Sandra Siciliano - Terapeuta Ambiental

"Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros."
Confúcio

A Samauma é a “Mãe da Floresta”. Para os Ticunas, tribo amazônica, o mundo nasceu dela.O caboclo se comunica pelo som produzido na batida no tronco da Samaúma, pois ela retém água em seu tronco e a vai liberando, na época da seca, mantendo a hidratação das árvores ao redor.

Ela produz paina, utilizada como enchimento de coletes salva-vidas.

O nome científico da Samaúma é Ceiba petandra e em todos os países da América latina ela é sagrada e árvore símbolo, conhecida como El Ceibol. Em Cuba, há uma praça chamada El Templete, onde nasceu Havana, onde existe um Ceibol e um pouco de terra de todos os países latino-americanos.

No jardim botânico do Rio de Janeiro, tem uma Samaúma enorme, onde Tom Jobim buscava inspiração.

O curupira, com seus pés virados para trás é o protetor das matas e vive na Samauma.

Nos cemitérios indígenas da Amazônia sempre há uma Samaúma. Alguns pajés fazem trabalho de cura aos pés da Mãe da Floresta.

É a maior árvore da floresta.

Pesquisar

Caixa de Música

Assine nosso informativo

Calendário Meio Ambiente

calendario meio ambiente 2015

Itens Relacionados

Ir para o topo